Onde estão os consultores de WordPress em português?

(Republicado de WordPress PT)

Toni Schneider, CEO da Automattic fez uma apresentção no WordCamp San Francisco 2008 especialmente destinada aos developers e consultores, cujo negócio depende (pouco ou muito) do WordPress.

À medida que o WordPress continua a crescer, duplicando o número de downloads, pageviews, utilizadores, etc. a cada poucos meses, assim cresce também a necessidade de serviços pagos de desenho e desenvolvimento à volta da plataforma. A versão curta é: são precisos developers e consultores de WordPress. Muitos!

Abaixo está a apresentação, traduzida para português. Antes de a lerem, no entanto, gostava de lançar um desafio a todos os que trabalham com e para o WordPress em Portugal, no Brasil, em qualquer outro país de língua oficial portuguesa ou simplesmente em português: que nos contactem (seleccionando a opção “Consultores/Developers”), para que possamos começar a construir um directório estruturado.

A submissão não é automática, ou seja, é revista por (estes) humanos antes de ser listada numa página própria neste site. Ao atingirmos um número suficiente (e subjectivo) de entradas, farei do meu melhor para incluí-las na lista oficial de developers.

Quem quiser submeter a sua operação ou empresa só tem que (para já) indicar três coisas: o nome (pessoa, empresa ou marca), o contacto (não será publicado), uma breve descrição e o URL do site. Se existir URL do portfólio, melhor ainda. Caso subsistam dúvidas entraremos em contacto com o email fornecido para as resolver. Por favor não listem a informação pedida nos comentários, mas é claro que os podem usar para discutir este assunto.

De seguida, a tradução da apresentação do Toni Schneider.
Continue a ler “Onde estão os consultores de WordPress em português?”

WordPress 2.7.1 já disponível em português

Já está disponível para download ou upgrade a versão 2.7.1, a primeira release de manutenção da 2.7 Esta versão corrige 68 erros.  Pode fazer a actualização automática através do menu Ferramentas > Actualização ou  fazer o download e actualização manualmente.

Consulte a lista de tickets corrigidos ou o changeset completo entre a 2.7 e a 2.7.1 para mais detalhes.

WordPress 2.7 “Coltrane” a tempo do Natal

Foi finalmente lançada a versão 2.7. Já disponível também está a versão em Português, aqui.

O anúncio oficial diz:

“A primeira coisa que salta à vista é o novo painel. Foram ouvidos com muita atenção todos os comentários à versão em desenvolvimento que resultou de um estudo aprofundado sobre a ergonomia, design e performance da futura versão 2.7. Tudo o que pode ser feito no painel é agora mais rápido e à distância de menos cliques.

Há também novas funcionalidades, discretamente espalhadas por todo o interface, tais como a possibilidade de mover os seus blocos de um lado para o outro, QuickPress, comentários em formato de discussão e paginados, a resposta a comentários directamente no painel, a instalação de plugins com um único clique, posts fixos e muito mais.

Note-se ainda que todos os écrans são personalizáveis. Imaginemos que nunca lhe importa ver o autor nas listagens de posts — basta clicar em “Opções deste Écran”, desligar a opção e a informação deixa de aparecer nas listagens. O mesmo comportamento aplica a qualquer módulo no painel principal ou nas páginas de edição e criação. Se o seu monitor for estreito e o menu estiver a ocupar demasiado espaço horizontal, clique na seta para minimizá-lo para o tamanho de um ícone, vá à página de edição e arraste todos os módulos do lado direito para a zona do meio para maximizar a sua área de edição. (eu, por exemplo gosto de esconder tudo excepto categorias, tags e o módulo de publicação ao escrever. Categorias e tags vão para o lado direito e o módulo de publicação por baixo da área de edição).

É tudo virado para o utilizador. É a próxima geração do WordPress a quem demos a honra de se chamar John Coltrane e de que pode fazer o download agora..

Por último, esta pode ser a última vez que terá que fazer uma actualização manual. Ouvimos o quão fartos estão de fazer actualizações por isso agora o WordPress inclui um actualizador automático que não só o informa de novas releases como ainda faz o seu download, instalação e actualização com um único clique.

(Como em qualquer outra mudança de interface, esta também poderá precisar de algum tempo de habituação mas rápidamente verá que tudo é mais fácil e rápido. Mesmo aqueles que odiaram nos primeiros dias dizem-nos agora que já nem sabem como é que faziam antes)”

Não deixe de consultar o post completo no blog de desenvolvimento, para mais recursos, planos e agradecimentos relativos à 2.7 “Coltrane”.

WordPress 2.7 Release Candidate 2, também em Português

Estamos na recta final para a release oficial da versão 2.7, com aquela que será a derradeira release de testes, a Release Candidate 2, também em Português.

Se já estiver a testar a 2.7, pode simplesmente usar o core upgrade interno em Ferramentas > Actualizar para fazer o download e instalar a RC2 automáticamente (e para mais tarde actualizar para a versão final quando esta estiver disponível). Se não, faça download deste pacote: WordPress 2.7-RC2 pt_PT.

Relembramos ainda que existe uma versão ao vivo da RC2 na qual se pode registar e ir dando uma vista de olhos ao painel de administração sem instalar nada.

WordPress 2.7 RC1, em Português

Com o lançamento do Release Candidate 1, estamos na recta final do desenvolvimento da versão 2.7. 280 commits desde a Beta 3 aperfeiçoaram o painel de administração (incluindo os novos ícones, vencedores do concurso) e resolve todos os bugs maiores conhecidos.

A RC1 está pronta para ser experimentada. Faça o download do Release Candidate 1 e ajude a tornar a versão final a mekhor de sempre. Como de costume, faça um backup antes de actualizar seu blog.

Via: WordPress Development Blog

Se quiser experimentar o painel antes de instalar, registe-se na versão online (que já é a 2.7 RC1 em português).

Disponível WordPress 2.6.5, também em português

Está disponível o WordPress 2.6.5, também em português. Esta versão corrige um problema de segurança e três bugs, e a actualização é recomendada.

O problema de segurança é um exploit de XSS, descoberto por Jeremias Reith, que felizmente só afecta servidores virtuais em Apache 2.x. Para quem estiver interessado apenas na correcção desse problema basta copiar os ficheiros wp-includes/feed.php e wp-includes/version.php do pacote da versão 2.6.5.

A 2.6.5 contém ainda pequenas correcções de três bugs; a primeira impede que seja acidentalmente salvada meta-informação de um post numa revisão. A segunda impede o protocolo XML-RPC ler tipos de posts incorrectos. A terceira adiciona alguma validação do ID de utilizador durante eliminações em massa. Para obter uma lista de arquivos alterados, consulte o changeset da 2.6.3 para a 2.6.5.

Note que se está a saltar a versão 2.6.4, para evitar confusões com uma falsa 2.6.4 hackada que andou por aí. Para que fique claro, não há nem nunca houve uma versão 2.6.4 do WordPress.

WordPress 2.7 Beta 3 em Português

Está pronta a versão 2.7 Beta 3, para todos os testes e mais alguns. O detalhe de todas as modificações desde a Beta 2 (mais de 160), estão aqui. Se já instalou a Beta 1 ou 2, tenha cuidado ao actualizar via Ferramentas > Actualização já que vai actualizar a versão em inglês. Para manter o português relativo à Beta 3, faça download do pacote pt_PT da área de downloads.

WordPress 2.7 Beta 1 em Português

Está pronta a primeira versão Beta pública do WordPress 2.7. Junte-se aos milhares de blogs que já estão a testá-la, fazendo o download aqui. Como já mencionado, a 2.7 tem um conceito visual totalmente diferente das versões anteriores. O conceito está práticamente todo implementado, mas ainda existem algumas áreas que não estão ainda finalizadas na Beta 1, nomeadamente em alguns browsers. A melhor experiência é com Firefox e Safari, mas não se preocupe porque IE e Opera não estão esquecidos e serão suportados a tempo do lançamento final.

Falando da versão final, esta não estará disponível a 10 de Novembro, conforme originalmente programado. Há duas semanas de atraso neste momento. Vai ser preciso um pouco mais de tempo para terminar o design visual, fazer uma ronda de testes de utilização e uma boa ronda de testes beta públicos. O plano é continuar a trabalhar como se 10 de Novembro fosse ainda a data oficial. No entanto, em vez de ser disponibilizada a 2.7 final a 10 de Novembro, serão feitos lançamentos de release candidates. Estes release candidates serão de alta qualidade, quase iguais ao produto final.

Após 10 de Novembro, o enfoque será sobre a resolução de bugs de alto impacto que apareçam durante esses testes. O mais provável é a verão 2.7 estar pronta até o final de Novembro. Uma data específica será definida conforme o ciclo de testes da versão beta e release candidates.

Download da versão 2.7 Beta 1 em Português (pt_PT).

WordPress 2.6.3

Foi descoberta uma falha na versão 2.6.2 que afecta a funções que mostram feeds no painel, o que deu azo à versão 2.6.3. Como são só dois ficheiros, ainda não criámos um pacote para download (coisa que havemos de fazer, para a sequência ficar completa). Assim, quem quiser actualizar basta fazer o download destes dois ficheiros para a directoria wp-includes:

wp-includes/class-snoopy.php
wp-includes/version.php

WordPress 2.6.2 em pt_PT já disponível

Como provavelmente já se terão apercebido pelos vossos paineis, foi lançado o WordPress 2.6.2. Agora está também disponível a versão 2.6.2 pt_PT (sem alterações na tradução)

As correcções centram-se sobretudo em dois patches de segurança para resolver falhas do PHP  na geração de números aleatórios (que afecta a força da criptografia das passwords) e no no comprimento do campo verificação na respectiva tabela da base de dados. Não são própriamente bugs de segurança no WordPress, per se mas sim de PHP e MySQL.

O Stefan Esser tem uma explicação mais detalhada da função PHP mt_srand () e do bug do MySQL ao truncar colunas.

Também é importante notar que estes problemas não afectam apenas o WordPress – muitas outras aplicações baseadas em PHP e MySQL podem estar vulneráveis a problemas futuros, caso não se examine e corrija o  respectivo código.

[Fonte: WordPress Blog]